Pássaros dormem ao escurecer e acordam ao amanhecer, portanto, evite interromper o horário natural de seu pássaro, não acenda as luzes ou acorde-o no meio de seu sono, pois isso, causa estresse e faz com que seu pássaro tenha a imunidade comprometida ficando assim mais suscetível a doenças.

 

Mantenha os pássaros em local claro e de preferência com contato com o sol da manhã, mas lembre de deixar a gaiola num lugar que se ele não quiser mais o sol, possa se abrigar tranquilamente em um poleiro na sombra.

 

Lembre-se que todo animal precisa de carinho, então fale com seu pássaro, demonstre que ele é importante para sua família, assim, terá um animalzinho mais feliz dentro de sua casa.

 

Dê vermífugo ao menos uma vez no ano, pois eles podem causar doenças nos pássaros e ainda comprometer a nossa saúde através de zoonoses.

 

Lave sempre muito bem as verduras, frutas e legumes que servirá a seu pássaro, eles podem conter agrotóxico e causar intoxicação imediata. Caso ocorra isso, leve-o imediatamente ao veterinário e  relate a suspeita de intoxicação.

 

A troca de pena dos pássaros é um período de muita atenção, ficam debilitados e mais sensíveis a mudanças de temperatura, ventos e até mesmo a troca de comida. Nessa fase, procure mante-lo em um ambiente habitual e utilize algum suplemento vitamínico para melhorar a condição de seu animalzinho nessa fase tão delicada que pode chegar a durar dois meses.

 

Troque todos os dias a água do bebedouro, mantenha o fundo da gaiola sempre bem limpo, lave regularmente os comedouros, as sementes principalmente, podem acumular um pó no fundo do comedouro causando malefícios ao pássaro. Assim você evita doenças e traz mais qualidade de vida ao pássaro

 

Observe muito bem o dia-dia de seu pássaro, eles são muito sutis, perceba se está comendo direito, se as fezes estão como sempre, se não está muito parado na gaiola. Caso perceba algo diferente, não espere para levá-lo ao veterinário, os pássaros tem o metabolismo muito rápido, e as vezes um dia, pode custar a vida do bichinho.

 

Caso tenha um casal de pássaros e pretende fazê-los procriar em sua casa, tenha sempre em mente algumas regras:

 

- Pássaros precisam de um lugar calmo para procriar, se não se sentirem seguros, não terão filhotes.

 

- Quando começam a entrar no ninho, não poderá mais mudar a gaiola de lugar, pois isso, fará com que abandonem o ninho.

 

- Se colocarem ovos no ninho, procure não tocá-los para que não se sintam invadidos em sua privacidade. Algumas aves não se importam com o nosso contato com seus ovos, já outros, abandonam o ninho se perceberem nossa intervenção. Pergunte sempre a algum criador experiente ou a um veterinário especialista sobre a espécie de seu pássaro, para saber o que pode e o que não pode no seu período de reprodução.

 

Por Renato Antonietto

Pássaros & CIA - Rua Carolina Florence, nº233 - Campinas - São Paulo - F- 3242-1294 / 3212-1755